Avante! Avante!

 

Contra mais sacrifícios, por salários justos

Lutas na ordem do dia

Trabalhadores dos transportes rodoviários e ferroviários fizeram greve e preparam novas lutas. Com greve de quatro dias, a iniciar em 29 de Março, os enfermeiros exigem estabilidade e direitos. Na PT, Galp, EDP, REN e EPAL são apontados os altos lucros e as chorudas remunerações de administradores, em contraste com os elevados preços cobrados aos consumidores e a constante pressão sobre os salários dos trabalhadores. Culminando a acção descentralizada da CGTP-IN, que percorreu vários distritos, está marcada para amanhã à tarde, em Lisboa, uma manifestação nacional de jovens trabalhadores.