Avante! Avante!

PCP defende aumento extraordinário do salário mínimo

600 euros já em Janeiro

O PCP leva amanhã a debate na Assembleia da República a proposta de aumento do salário mínimo para 600 euros a partir de 1 de Janeiro de 2017. Em conferência de imprensa, no dia 9, o membro do Secretariado Paulo Raimundo afirmou que o aumento se impõe por uma questão de justiça social mas também por razões económicas, e lembrou que Portugal mantém um dos mais baixos salários mínimos nacionais da Europa.