Comunistas chineses destacam conquistas ao longo de 100 anos

O Comité Central do Partido Comunista da China (PCC) aprovou uma resolução, divulgada no dia 16, que sublinha as conquistas alcançadas ao longo dos seus 100 anos de existência: da fundação, em 1921, à dura luta de 28 anos que culminou na proclamação da República Popular...

O artigo completo está disponível na edição impressa ou por assinatura on-line



Já é assinante ou comprou o Avante! esta semana?
Inicie sessão




Mais artigos de: Internacional

Longa luta dos agricultores na Índia força revogação de leis agrícolas

Desde há um ano, milhares de agricultores na Índia protestam contra três leis do sector agrícola, de cariz neoliberal, impostas pelo governo de direita. Apesar do frio e da chuva, da COVID-19 e da repressão – que causou mais de 700 mortos – os manifestantes nunca desistiram. E conseguiram que o governo tenha recuado e anunciado que vai levar ao parlamento a revogação das leis contestadas.

Cuba: normalidade e manipulação mediática

Em Cuba, em consonância com o controlo da COVID-19 e a normalização da vida no país, foram retomadas as operações nos aeroportos e relançada a indústria turística. Na generalidade dos média, porém, a «realidade» é outra.

Nicarágua denuncia ingerências e sai da Organização de Estados Americanos

A Nicarágua recebeu demonstrações de apoio internacional após anunciar a sua retirada da Organização de Estados Americanos (OEA), pelas políticas de ingerência praticadas por essa entidade. O ministro nicaraguense dos Negócios Estrangeiros, Denis Moncada, comunicou, no dia 19, a saída definitiva do seu país da OEA...

PC do Chile cresce nas eleições legislativas

No Chile, os candidatos José António Kast, de extrema-direita, e Gabriel Boric, apoiado pela esquerda, vão disputar a segunda volta das eleições presidenciais, a 19 de Dezembro. Entre sete candidatos, Kast, do Partido Republicano, obteve no dia 21, na primeira volta, 27,9% dos votos. Neoliberal assumido, quer diminuir a...

Luta continua no Sudão

Yusef Abdelhamid, de 16 anos, foi morto a tiro pelas forças policiais, quando participava, no domingo, 21, em Omdurman, cidade gémea de Cartum, nas margens do Nilo, num protesto contra os militares golpistas. O Comité dos Médicos do Sudão revelou que o jovem foi a quadragésima-primeira vítima mortal da repressão desde o...