Grande greve na Tratolixo

Com adesão quase total e uma forte concentração no exterior da sede da empresa, em Trajouce (Cascais), os trabalhadores da Tratolixo fizeram greve no dia 12, pela primeira vez e após dois anos de negociações sem resultados.

«Temos filas enormes de camiões a aguardar vez», relatou à agência Lusa um dirigente do STAL/CGTP-IN. Manuel Lopes admitiu que, sem um reacção positiva a este «primeiro sinal» por parte da administração da empresa intermunicipal de Cascais, Mafra, Oeiras e Sintra, os trabalhadores possam voltar à luta ainda este mês.

Esteve presente uma delegação do PCP, em solidariedade para com a luta por aumentos salariais justos e sem discriminações, entre outros objectivos.

 



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: