Avante! Avante!

Até começar a greve geral, todas as horas contam para esclarecer, mobilizar e organizar uma luta que precisa ganhar a adesão de todos aqueles que são atingidos pela acção do Governo, pela política que este prossegue e pelas medidas que ameaça aplicar nos próximos tempos. No dia 27 há que afirmar a uma só voz: Basta de exploração e empobrecimento! Governo, rua! Por uma mudança de política, por uma mudança de Governo, por eleições antecipadas, por um Portugal com futuro.

 

Professores não desarmam

Batalha pela educação

«Uma das mais fortes e expressivas greves dos docentes até hoje realizadas em Portugal», assim classificou Mário Nogueira a paralisação de dia 17, sublinhando que se vive «um momento crucial para a defesa da escola pública, democrática, de qualidade e para todos e para a defesa da profissão docente».