Avante! Avante!

Professores em força exigem respostas do Governo

Mais de 50 mil docentes desceram a Avenida da Liberdade, no sábado, dia 19, reclamando que o Ministério da Educação leve para as negociações com os sindicatos, a 4 de Junho, medidas concretas para responder às suas justas reivindicações.