PCP com agentes culturais algarvios

A Organização Regional do Algarve (DORAL) do PCP promoveu, no dia 9 de Março, uma jornada de contacto com agentes e profissionais da cultura com intervenção no concelho de Faro e na região.

Na iniciativa participou a deputada do PCP na Assembleia da República, Ana Mesquita, que, entre outras, reuniu com a Direcção da Companhia de Teatro do Algarve – ACTA, com a Associação Recreativa e Cultural dos Músicos e com a direcção da DeVIR, Associação de Actividades Culturais. Ana Mesquita terminou o périplo com um encontro com músicos da Orquestra Clássica do Sul.

De acordo com nota de imprensa divulgada pela DORAL, do conjunto de encontros realizados sobressaiu «a necessidade de reforço de meios públicos de apoio a estas entidades, responsáveis, em diversos planos, pela promoção do direito à criação e fruição culturais». A meta é «alcançar o valor de 1% do Orçamento do Estado para a Cultura», de resto «o objectivo pelo qual o PCP se tem batido».

«Simultaneamente – acrescenta-se na informação fornecida pela DORAL –, identifica-se também a necessidade de valorizar os profissionais deste sector, sujeitos à precariedade e intermitência das suas actividades», reconhecimento que «carece de uma outra política que os valorize», salienta-se ainda.

«Numa região em que, não poucas vezes, o direito à cultura é substituído pelo desvio dos já parcos recursos para a vertente comercial e de entretenimento, o PCP manifestou a necessidade de uma política que assegure a estabilidade de financiamento das diversas entidades, independentemente dos apoios pontuais que possam ser assegurados pelas autarquias locais», insiste a DORAL, para quem, «no momento em que está a decorrer a candidatura de Faro a Capital Europeia da Cultura em 2027», assume crescente pertinência a importância de «uma política que, no plano nacional e regional, promova a democratização da Cultura como condição de desenvolvimento do País».



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: