Avante! Avante!

Grandiosas jornadas da CGTP-IN no 1.º de Maio

Levar a luta ao voto no dia 25 de Maio

«Vamos fazer do dia 25 de Maio, dia de eleições para o Parlamento Europeu, um dia de luta nacional, traduzindo a luta em voto» – este o apelo feito pelo Secretário-Geral da CGTP-IN, ao discursar na Alameda D. Afonso Henriques, para onde confluiu no 1.º de Maio a grande manifestação de trabalhadores do distrito de Lisboa e de vários concelhos do distrito de Setúbal, que partiu do Martim Moniz pouco depois das 15h30, para subir uma Avenida Almirante Reis com passeios cheios de gente a aplaudir e a juntar-se ao desfile.

A mensagem, transmitida nas grandiosas manifestações realizadas em Lisboa e no Porto, mas também nas outras iniciativas que assinalaram o Dia Mundial dos Trabalhadores em todo o País, apela ao voto nos que «de forma consequente, têm combatido e combatem a política de direita, apresentam soluções para o País e estão ao lado dos trabalhadores e do povo, batendo-se por uma Europa de cooperação entre países soberanos e iguais em direitos e por um Portugal com futuro».

 

Nas eleições para o PE

Trabalhadores apoiam a CDU

Cerca de dois mil dirigentes, delegados sindicais e membros de comissões de trabalhadores já manifestaram o seu apoio às listas da CDU para o Parlamento Europeu (PE). Este número, que não pára de crescer, foi dado a conhecer no dia 3 de Maio, num almoço realizado no Pavilhão da Siderurgia Nacional, no Seixal, em que participaram Jerónimo de Sousa e João Ferreira.
O primeiro candidato da CDU, antecipando o que viria a acontecer no domingo comentou a «saída limpa» do pacto de agressão, afirmando que «não é limpa e nem sequer é saída, uma vez que no quadro dos mecanismos em que PS, PSD e CDS nos quiseram amarrar, mesmo depois do período formal de vigência do programa da troika, a austeridade é para continuar, pelo menos por mais 20 anos». Entretanto, os candidatos desdobram-se em iniciativas por todo o País, levando a mensagem da necessidade de reforço da CDU para mudar de Governo e mudar de política.