Avante! Avante!

 

Jerónimo de Sousa apela à unidade

Engrossar a corrente de protesto

Comentando as medidas anunciadas recentemente pelo primeiro-ministro e pelo ministro das Finanças, Jerónimo de Sousa afirmou, no dia 13, que «entrámos numa nova fase» que exige que cada um «demonstre o seu descontentamento e indignação, se junte à corrente de protesto e de rejeição desta política e deste pacto».