Alentejo
Turismo prejudicado
A extinção das Regiões de Turismo e a aprovação do regime jurídico das Áreas Regionais de Turismo de Portugal Continental e dos Pólos de Desenvolvimento Turístico, constantes no decreto-lei 67/2008, recentemente aprovado, constitui um «duro e rude golpe» no sector e na região do Alentejo. Quem o afirma é o Executivo da Direcção Regional do Alentejo do PCP que, em comunicado de dia 22, acusa o Governo de entender os municípios como uma sua coutada.
O Governo PS, continuam os comunistas, assume uma «atitude antidemocrática, autoritária, prepotente e autista», produzindo legislação cujo conteúdo procura apenas simular uma pretensa descentralização.
Para o PCP, é grave que o presidente da Comissão Executiva da Região de Turismo de Évora, legal e democraticamente eleito, tenha sido excluído da Comissão Instaladora da Entidade Regional de Turismo da região. Também para os pólos do Alqueva e Litoral Alentejano, nenhum eleito do PCP foi considerado.


 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: