Convocada greve nos CTT

Para os dias 30 de Novembro e 1 e 2 de Dezembro, o SNTCT e outros seis sindicatos convocaram greve nos CTT Correios de Portugal.

Como motivos para recorrerem a esta forma de luta, os sindicatos começam por referir, num comunicado conjunto divulgado esta segunda-feira, que «os trabalhadores querem defender os Correios de Portugal de quem os quer utilizar para outros fins» e «querem trabalhar sem serem “enxovalhados” diariamente».

Exigindo «aumentos salariais e não “esmolas”», é criticada a atribuição de prémios, «da iniciativa dos CTT, com critérios obscuros». No entanto, quer esta decisão da administração, quer a antecipação do pagamento do subsídio de Natal, são vistas pelos sindicatos como «sinais de que, afinal, os CTT têm dinheiro e liquidez».

É reclamada a admissão de trabalhadores «em número suficiente para prestar o serviço de qualidade a que todo o País estava habituado antes da privatização».

Por fim, os sindicatos afirmam que os trabalhadores dos CTT «querem manter os seus direitos, que estão cada vez mais ameaçados» pela gestão privada, e «exigem que quem de direito tome medidas firmes para alterar todas estas situações».

 



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: