Manifestações em França contra políticas anti-populares

PROTESTOS As manifestações em França, iniciadas pelos «coletes amarelos», contra as políticas anti-populares do governo de Macron, não cessam. Nova mobilização está marcada para sábado, 24, em Paris.

Os bloqueios de estradas e de postos de abastecimento de combustíveis prosseguiam na terça-feira, 20, em diversas localidades de França, no quarto dia consecutivo de protestos contra as políticas anti-populares de Emmanuel Macron e do seu governo.

Embora a origem das manifestações tenha sido a subida dos preços de combustíveis, decretada pelo governo para 2018 e 2019, as reivindicações alargaram-se contra o aumento de impostos em geral e a perda de poder de compra dos trabalhadores.

Integrando o movimento dos «coletes amarelos», diversas acções de luta continuavam a ser desenvolvidas em toda a França no começo desta semana.

No sábado, 17, começaram os protestos, convocados nas redes sociais, a que se juntaram partidos políticos da oposição e sindicatos. A jornada foi tensa, registaram-se mais de duas mil acções em todo o país, com a participação de quase 300 mil pessoas, de acordo com os dados oficiais.

Embora a participação tenha diminuído nos dias seguintes, o movimento de protesto contra as políticas de Macron mantém-se activo a nível nacional, esperando-se que haja uma nova grande mobilização no próximo sábado, em Paris.




 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: