Século III a.C. – Numeração indo-árabe

O que vulgarmente se designa por algarismos indo-arábicos é o conjunto de caracteres que representa os algarismos de 0 a 9 e o sistema decimal posicional a ele ligado (o valor do número varia com a posição que ocupa). Não há consenso quanto à data precisa da invenção do sistema, mas sabe-se que ocorreu na Índia, sendo depois adoptado pelos árabes a partir do século IX, chegando à Europa no século X. A palava «algarismo» vem justamente do árabe, al-khuarizmí, sobrenome do matemático Muhammad iben Muça, referido nos textos medievais na forma Alohorismi ou Alkoresmi. Crê-se que a invenção das numerações escritas ocorreu em simultâneo com a da escrita. Segundo Óscar Lopes, a «lógica linguística e a lógica matemática não são duas lógicas diferentes,

mas dois graus ou usos (variavelmente eficazes) duma mesma lógica cuja identificação se está progressivamente fazendo desde há dois milénios e meio, pelo menos». O contributo hindu foi inestimável para a evolução da matemática, já que criou um «sistema posicional puro» e um símbolo para um valor não existente, o zero. Foi com os hindus que ocorreu a introdução sistemática do zero. Os seus números mantiveram, no essencial, a sua forma original, apesar de terem sido adoptados por muitas e diversas culturas.



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: