CGD é o alvo

Admitindo que sucessivas campanhas envolvendo a Caixa Geral de Depósitos têm sido «em parte animadas por erradas decisões adoptadas pelo Governo», o PCP insiste que «a questão central que continua a colocar-se é denunciar e pôr fim à operação que o PSD, o CDS e o grande capital desenvolvem contra a Caixa Geral de Depósitos visando a sua privatização».

Em nota divulgada anteontem (um dia depois de o ministro das Finanças, Mário Centeno, ter prestado explicações, em conferência de imprensa, sobre alegadas garantias dadas ao ex-presidente da CGD), o Partido sublinha que «sempre se pronunciou pela exigência da apresentação de declaração de rendimentos por António Domingues».

«Neste processo, o PCP agirá, como sempre, para assegurar o controlo público da CGD e a sua colocação ao serviço do desenvolvimento nacional e para garantir a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo e do País», garante-se.

 



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: