Cabeceiras de Basto
PS contra desenvolvimento
Com vista ao desenvolvimento da região, a CDU apresentou na última sessão da Assembleia Municipal de Cabeceiras de Basto várias propostas para o Orçamento e Plano de Actividades 2006. Entre elas constam «a necessidade de uma escola profissional», «políticas que apoiem os empresários na área das confecções», «combate ao encerramento das empresas», «apoios aos produtores no circuito da comercialização do vinho e da carne» e «construção de uma adega cooperativa e um matadouro regional».
Entretanto, repetindo a política do actual Governo, o Plano e Orçamento apresentado e votado pela maioria PS na Assembleia Municipal de Cabeceiras de Basto em nada vem ajudar os cabeceirenses.
«O IMI (antiga contribuição autárquica) e a derrama estão elevados à taxa máxima; o ensino do inglês abrange apenas 48 por cento dos alunos do concelho; ao posto móvel da saúde com médico e enfermagem o PS faz orelhas moucas; à criação de transportes públicos que sirvam as freguesias do concelho nada se diz; no que toca ao apoio aos jovens e aos mais idosos não existe política nenhuma e quanto à agricultura, o PS pura e simplesmente esquece», denuncia a CDU, justificando a razão porque votou contra.


 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: