Presidentes chinês e norte-americano mantiveram uma conversação telefónica
Xi Jinping realça necessidade de diálogo entre China e EUA

DIÁLOGO O presidente da China, Xi Jinping, enfatizou ao seu homólogo dos EUA, Joe Biden, a necessidade de restabelecer os mecanismos de diálogo . Esta foi a primeira conversação telefónica entre ambos após a chegada de Biden à Casa Branca.

A importância de gerir as diferenças quando existam e de procurar a cooperação aonde ela for desejável foi destacada pelo presidente chinês, Xi Jinping, durante a primeira conversa telefónica com o novo presidente norte-americano, Joe Biden, que teve lugar no passado dia 11.

A China e os Estados Unidos da América, quando trabalham em conjunto, podem contribuir muito para o bem-estar de cada uma das partes e do mundo, mas o seu confronto definitivamente será desastroso para todos – de acordo com um comunicado oficial tornado público em Pequim .

Xi assinalou que, apesar de vários altos e baixos, a relação bilateral entre a China e os EUA, em geral, avançou continuamente e, além de ser responsável por enormes benefícios, contribuiu ao mesmo tempo para a paz, a estabilidade e a prosperidade mundiais.

Ampliar os contactos

Xi Jinping sublinhou o valor da cooperação com benefícios partilhados e assegurou que tanto os dois povos como a comunidade internacional desejam ver uma mudança positiva nas relações sino-norte-americanas e o desenvolvimento estável dos vínculos bilaterais.

«Afirmou que os Estados Unidos se podem definir numa palavra: possibilidades. Esperamos por isso, que as possibilidades apontem agora para uma melhoria das relações», disse Xi a Biden, propondo uma ampliação dos contactos entre as diferentes instâncias dos dois governos.

O presidente chinês instou ambas as partes a fazer esforços coordenados, adoptar um espírito não conflituoso, apostar no respeito mútuo e contribuir para a luta contra a pandemia de COVID-19, promover a recuperação da economia e a paz no planeta.

Não obstante, Xi exigiu a Washington prudência no manejo de assuntos como Taiwan, Hong Kong e Xinjiang, entre outros, por serem questões internas da China e relativas à sua soberania e integridade territorial.

De acordo com o comunicado, Biden – depois de transmitir ao dirigente chinês felicitações pelo Novo Ano Lunar – assegurou estar pronto para o diálogo franco e construtivo com Pequim a fim de fomentar o entendimento mútuo. De igual modo, acordou com Xi manter uma comunicação estreita sobre as relações bilaterais e assuntos de interesse.

Tratou-se do primeiro contacto entre os dois presidentes desde que Joe Biden tomou posse, no dia 20 de Janeiro.




 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: