Descarga poluente no Rio Cáster

Num requerimento dirigido ao presidente da Assembleia Municipal de Santa Maria da Feira, Filipe Moreira, eleito da CDU naquele órgão, deu conta de uma nova descarga poluente no Rio Cáster, no dia 25 de Dezembro de 2020, nas proximidades do edifício do mercado municipal, em pleno centro da cidade. «Esta descarga, à semelhança das anteriores, parece tratar-se de águas residuais, facto que mostra a fragilidade da rede de saneamento básico do município, assim como o défice de fiscalização e acção por parte das instituições de direito», adverte Filipe Moreira, que reclama «uma maior fiscalização e acção por parte da autarquia» e exige «à empresa responsável pela rede de saneamento e tratamento de águas eficiência no desempenho das funções a que se comprometeu».

Neste sentido, o eleito da CDU pediu esclarecimentos à Câmara Municipal: se tem «conhecimento desta descarga poluente», que medidas «vai tomar para que esta situação não se volte a repetir» e «tomou para evitar estas situações desde a última ocorrência no local».

 



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: