«Confiança num melhor 2021 passa pela defesa dos serviços públicos, em especial o SNS»
Deputados do PCP no Parlamento Europeu dão voz à luta dos trabalhadores e do povo

COMPROMISSO Os deputados eleitos pelo PCP no Parlamento Europeu reafirmam o compromisso de defesa dos direitos dos trabalhadores, do povo e do País. Numa mensagem de novo ano, fazem um balanço das actividades e perspectivam 2021.

«O ano que agora termina foi muito exigente para os trabalhadores e para o povo português. Não só pelas medidas de protecção sanitária em resposta à COVID-19, mas também pelas consequências sociais e económicas agravadas pelo surto epidémico, o ataque a direitos laborais e sociais, os cortes nos rendimentos», começam por recordar na sua mensagem os deputados do PCP no Parlamento Europeu (PE).

«Foi um ano em que nem baixámos os braços, nem deixámos de estar na rua, nos locais de trabalho, ao lado dos trabalhadores na luta por melhores condições laborais, pela manutenção de postos de trabalho, pela valorização dos salários e dos rendimentos, contra a exploração. Com a nossa intervenção no Parlamento Europeu denunciámos políticas contrárias aos interesses nacionais, ao mesmo tempo que demos voz às aspirações e luta dos trabalhadores e do povo português», sublinham.

No primeiro semestre de 2021, Portugal assume a presidência do Conselho da União Europeia: «Reafirmaremos a defesa dos direitos dos trabalhadores e dos interesses do povo e do País. Continuaremos a denunciar e dar combate às políticas que estão na génese de desigualdades sociais, da crescente divergência entre países e regiões, e que comprometem as estratégias de desenvolvimento soberano de cada país», asseguram os deputados comunistas.

E mais: «Neste contexto de início da aplicação de um novo quadro financeiro plurianual, coincidente com a presidência portuguesa, exigiremos a sua célere mobilização livre de condicionalidades, para dar resposta aos problemas do País. A confiança num melhor 2021 passa pela defesa e melhoria dos serviços públicos, em especial o Serviço Nacional de Saúde; pelo reforço do investimento público e pela concretização do desenvolvimento económico do País, combatendo a dependência externa, promovendo a produção nacional através do apoio e desenvolvimento da nossa indústria, das micro, pequenas e médias empresas, da agricultura e das pescas. Passa pela defesa da independência e soberania nacionais e pela libertação do País dos constrangimentos da União Europeia.»

Os deputados comunistas reafirmam, para 2021, o compromisso de «lutar pela paz, pela cooperação e solidariedade, pelo respeito pelos direitos dos povos, pelos valores da liberdade, da democracia, da tolerância».




 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: