Movimento desportivo vive situação muito grave
Audição na AR para travar destruição do tecido desportivo

AGIR O PCP quer ouvir no Parlamento várias entidades sobre as restrições impostas às actividades desportivas e que estão a pôr em risco a sobrevivência de clubes, associações e colectividades.

Um requerimento nesse sentido foi entregue anteontem, 5, ao presidente da Comissão de Educação, Ciência, Juventude e Desporto, no qual as deputadas comunistas Ana Mesquita e Alma Rivera alertam para as consequências que decorrem dos condicionamentos à prática desportiva e à presença de público nos eventos desportivos. Tais limitações, devido à situação epidémica, têm afectado gravemente o movimento associativo popular, o desporto de competição, a formação desportiva e o desporto de alto rendimento, «com consideráveis perdas financeiros e impactos na economia nacional».

As parlamentares do PCP consideram mesmo que a situação do movimento desportivo é «muito grave», devido à «diminuição abrupta do pagamento de mensalidades», à «quebra de receitas das actividades não estatutárias» e à «interrupção de apoios institucionais e de outras ajudas».

Exemplificando, referem que relativamente à época passada estão inscritos menos 173 991 atletas nas suas federações, havendo modalidades que perderam cerca de 85 por cento dos seus praticantes. «Estes dados ilustram o cenário dramático que, associado a uma ausência completa de respostas e apoios, significará o fim do desporto, com consequências incalculáveis para o País», advertem as deputadas comunistas, concluindo ser essa «destruição de um tecido desportivo rico, participado e que tantas alegrias tem dado do País, que é preciso travar».

As entidades que o PCP propõe que sejam ouvidas, com vista a «recolher elementos sobre a situação vivida no desporto e as medidas necessárias para salvar o sector», são as seguintes: Confederação do Desporto de Portugal, Confederação Portuguesa das Colectividades de Cultura, Recreio e Desporto, Comité Olímpico de Portugal, Comité Paralímpico de Portugal, Confederação de Treinadores e Federações Desportivas, bem como o secretário de Estado da Juventude e Desporto.




 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: