El Salvador
PCP saúda vitória inapelável

O Secretariado do Comité Central do PCP endereçou à direcção da Frente Farabundo Martí para a Libertação Nacional (FMLN) «calorosas felicitações pela vitória do companheiro Sánchez Céren nas eleições presidenciais». No texto enviado a 10 de Março, nota-se, igualmente, que «o triunfo confirma o maioritário apoio do povo salvadorenho à vossa histórica força e ao processo de mudanças progressistas iniciado em 2009 com a vitória presidencial do candidato apoiado pela FMLN, abrindo novas condições para a sua consolidação e aprofundamento», e sublinha-se que «o vosso êxito é motivo de confiança para a luta dos trabalhadores e dos povos na América Latina e no mundo, em prol da defesa dos seus direitos violados e afrontados, da sua emancipação social e da afirmação da sua efectiva soberania e independência nacional».

No documento, o PCP deseja ainda à FMLN «os maiores sucessos nesta difícil mas exaltante via da defesa e realização dos legítimos interesses e aspirações do povo salvadorenho, aprofundando as mudanças democráticas, progressistas e anti-imperialistas e os processos de cooperação e integração solidárias e soberanas em curso na América Latina».

No passado sábado, 15, mais de 150 mil pessoas rumaram à capital do país, San Salvador, para participarem no comício da vitória. Sánchez Céren e o vice-presidente, Óscar Ortiz, bem como a direcção nacional da FMLN, foram recebidos por uma multidão que não se cansou de gritar «o povo unido jamais será vencido».

A impressionante iniciativa de massas foi realizada um dia antes do Supremo Tribunal Eleitoral ter declarado, em definitivo, Sánchez Céren como presidente de El Salvador até 2019, terminando, assim, com a especulação sobre o triunfo que o partido ARENA vinham usando para colocar em dúvida a vontade popular expressa nas urnas. De acordo com o STE, o candidato da FMLN obteve 50,11 por cento do total dos boletins ou um milhão 495 mil 815 votos, mais 6364 votos do que Norman Quijano.




 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: