1440 – Nasce Anton Koberger

Ourives, impressor, editor e livreiro da cidade alemã de Nuremberga, Anton Koberger é lembrado pela edição de obras icónicas, tais como a Bíblia ilustrada, produzida em 1483, com notáveis ilustrações em xilogravura; a «Legenda Sanctorum» ou «Legenda Aurea», importante livro do pensamento religioso popular da Idade Média; e o «Liber Chronicarum», também conhecido como «Crónica de Nuremberga» ou «Crónica do Mundo», de Hartmann Schedel, obra monumental, em folio, com mais mil e oitocentas gravuras do artista alemão Michael Wohlgemuth. Impressor prolífico, Koberger editou mais de 200 incunábulos – nome dado aos livros produzidos pela imprensa com tipos móveis imitando manuscritos – e terá criado mais de 30 diferentes tipos de caracteres, a maioria góticos. Impressionante, se se tiver em conta que falamos dos finais do século XV. A elevada qualidade gráfica das obras editadas por Koberger está bem patente no Apocalipse, do artista Albrecht Dürer, aluno de Wohlgemuth. Trata-se de um conjunto de 15 xilogravuras inicialmente destinadas a ilustrar o Apocalipse de São João, em formato vertical e com forte contraste de preto e branco. Na sua qualidade de livreiro, Anton Koberger desempenhou ainda um importante papel na difusão do livro impresso na Europa.




 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: