Tribunal grego confirma crimes de membros de partido neonazi

LUSA


O Tribunal de Recurso da Grécia confirmou, no dia 7, a prisão de membros do Aurora Dourada, por assassinato, agressões a comunistas e sindicalistas e outros delitos, «confirmando a criminosa natureza nazi daquele partido».

Trata-se de «um importante êxito para a luta antifascista na Grécia, com eco em todo o mundo», consideram os deputados do PCP no Parlamento Europeu.

Os parlamentares comunistas portugueses sublinharam que: «Agora, como sempre, afirmamos a luta contra o fascismo, racismo, xenofobia como determinante na rejeição de regimes de terror e de retrocessos políticos e sociais sobre os povos. Uma luta que se confunde com a defesa da liberdade, da paz e do direito soberano de cada povo decidir do seu rumo. Uma luta que exige a mobilização dos povos contra todas as formas de opressão e constrangimentos, entre outros os que decorrem das políticas da União Europeia, que na crescente afronta à soberania dos povos e no assalto a direitos sociais e laborais, abrem caminho à extrema-direita. Um combate a que os comunistas não viram a cara!»




 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: