Espaço Ciência
Duas décadas a olhar em frente

O contexto particular em que se realizou a 44.ª Festa do Avante! levou a que o Espaço Ciência não tivesse muito do que normalmente o caracteriza, nomeadamente os debates, as experiências científicas e as actividades voltadas para a infância. Também a exposição foi simplificada e os conteúdos sintetizados, de modo a poder ser visitada em cerca de 20 minutos, como se lia no cartaz explicativo afixado à entrada daquele espaço.

Ao contrário de anos anteriores, em que se partia de um tema científico concreto (a luz, o ambiente, o mar, etc.) que era depois aprofundado em diferentes sentidos, nesta edição foi do próprio Espaço Ciência que se falou, numa espécie de retrospectiva de 20 anos de presença constante da Ciência na Festa do Avante!, em local próprio, sempre com os olhos postos nos mais que hão-de vir. O lema, aliás, não podia ser mais apropriado a este duplo objectivo: Confiantes no presente, seguimos em frente!.

A exposição era constituída maioritariamente por grandes cartazes com as diferentes ciências e áreas de estudo presentes naquele espaço ao longo dos anos, da geologia à história, da física à psicologia, da química à escultura, da biologia ao direito, não esquecendo a política e a antropologia. Para além de se explicar sumariamente a que se dedica cada uma delas, lembrava-se a sua presença nas edições anteriores da Festa e de que modo ajudaram à compreensão das diferentes realidades abordadas. Nas fotografias aí impressas recordava-se essa mesma presença: as observações estelares, os debates, as experiências, a curiosidade das crianças.

No Espaço Ciência foram ainda mostrados alguns materiais – rochas vulcânicas, fósseis, reproduções de escaravelhos ou escorpiões, livros – que já estiveram expostos na Festa, para além das camisolas «oficiais» de algumas das edições anteriores do Espaço Ciência.

Muito embora tenha sido a situação sanitária que, em grande medida, ditou a configuração do Espaço Ciência em 2020, o balanço de duas décadas que ali foi feito constitui não apenas um importante exercício de memória acerca de uma iniciativa ímpar na divulgação científica em Portugal, mas sobretudo um ponto de partida para novos saltos em frente.




 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: