Irão envia para a Venezuela alimentos e bens de consumo

O navio iraniano Golsan entrou na segunda-feira, 22, em águas da Venezuela com um carregamento destinado a abrir o primeiro centro comercial do Irão no país sul-americano.

Uma informação do embaixador iraniano em Caracas, Hojjatollah Soltani, citado pela imprensa de Teerão, confirmou a chegada do barco, que se dirigiu para o porto de La Guaira. O Golsan partiu a 15 de Maio do porto iraniano de Bandar Abbas.

Carregado de alimentos e outros bens de consumo, o navio abastecerá o primeiro centro comercial iraniano a abrir na Venezuela, no âmbito dos acordos assinados entre os dois países.

Anteriormente, cinco petroleiros iranianos transportaram para portos da Venezuela 1,5 milhões de barris de combustíveis, para suprir as dificuldades das operações de refinação, devido ao endurecimento das sanções ilegais impostas pelos Estados Unidos.

Desse modo, abriu-se um canal que, de acordo com meios iranianos, abastecerá a Venezuela duas ou três vezes por mês.

Essas medidas e a instalação de um centro comercial constituem um êxito nas relações amistosas entre o Irão e a Venezuela, países submetidos à «punição» dos EUA.

Ainda que a tensão tenha subido no mar das Caraíbas, com a deslocação para a área de navios de guerra norte-americanos, não houve incidentes no episódio dos petroleiros iranianos enviados à Venezuela. Washington preferiu evitar o confronto e anunciou «castigos» para portos, empresas de navegação e seguradoras que facilitem as operações comerciais entre Teerão e Caracas.




 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: