Definir prioridades, organizar
e intervir
em qualquer situação
Em Vila Franca de Xira o Partido cumpre o seu papel

PCP A difícil situação sanitária e económica que marca os nossos dias, com todas as limitações que coloca, não atemorizou a organização do Partido em Vila Franca de Xira, que reforça a sua intervenção.

A história quase secular do PCP mostra bem que nada o consegue impedir de intervir. Cada situação impõe respostas concretas, diferentes, para que a organização partidária cumpra o seu papel decisivo junto dos trabalhadores e do povo – e tão importante é ele hoje, quando a pretexto do novo coronavírus sectores do capital lançam um violento ataque a rendimentos e direitos. Em Vila Franca de Xira, o Partido vai encontrando essas respostas e a organização prossegue. E avança.

Como sublinhou Luís Caixeiro, membro do Comité Central e responsável por aquela organização partidária, a rapidez com que se partiu para a discussão foi decisiva para impedir que a confusão e os receios se tornassem paralisantes. Algumas reuniões foram antecipadas e o debate centrou-se menos nos obstáculos e mais nas formas de os superar.

As decisões assumidas, audaciosas, foram da maior importância. Em primeiro lugar, determinou-se quais os organismos que tinham forçosamente de manter as suas reuniões periódicas. A resposta não podia ter sido melhor, ao nível concelhio e na generalidade das freguesias, em alguns casos com a participação dos militantes a exceder a habitual – uns presencialmente, em espaços amplos, outros através das soluções tecnológicas existentes.

Reforçar
a militância

Outra decisão tomada nessas primeiras reuniões foi a de contactar com todos os militantes do Partido no concelho: «começámos por lhes perguntar como estavam, se necessitavam de algum tipo de apoio, como se encontrava a sua situação laboral e que ajuda poderiam dar ao Partido nesta altura», revelou o membro do Comité Central. Na freguesia de Vila Franca de Xira, esse contacto é feito semanalmente, revelou Miguel Machado, da Comissão de Freguesia.

Num momento em que centenas de contactos foram já realizados, os resultados são encorajadores: vários militantes reaproximaram-se da actividade diária do Partido e não foram poucos os que se disponibilizaram para assumir tarefas partidárias – enquanto alguns dos que antes cumpriam parte delas estão de momento impossibilitados, ou fortemente limitados, por razões de idade ou de saúde.

Estes contactos tiveram também efeitos positivos ao nível de outras duas prioridades assumidas pelo Partido em Vila Franca de Xira: a recolha da quotização e a distribuição do Avante!, que «não podiam cair». Num caso como noutro, conseguiu-se não só impedir quebras como até alargar a recolha financeira e a difusão do jornal (ver caixa).

Chegar
mais longe

Se a presença do Partido junto dos trabalhadores é hoje decisiva, ela tem-se reforçado nas últimas semanas em Vila Franca de Xira, com distribuições frequentes junto a empresas e locais de trabalho (ver caixa). De modo a reforçar a ligação às populações, a organização partidária contactou com as principais instituições do concelho e levou os seus problemas e aspirações à Câmara Municipal e às juntas de freguesia, designadamente àquelas em que a CDU se encontra em maioria.

Dada a urgência de fazer chegar as propostas e análises do Partido o mais longe possível, estão a ser afixados cartazes e jornais de parede junto a serviços, farmácias, supermercados ou caixas multibanco e reforçada a presença na Internet. Para Miguel Machado, é essencial garantir que mais gente acompanha o PCP na Internet e redes sociais, pelo que está a ser colocado aos militantes o desafio de contribuírem para este objectivo.

Por mais difíceis que sejam os tempos, o PCP cumpre o seu papel.

 

Mais Avante!

A organização de freguesia de Alhandra é uma daquelas que, nas últimas semanas, conseguiu alargar a distribuição do Avante!. O segredo, revelou a responsável Cláudia Martins, é o de sempre: «criatividade e muita militância».

Com muitos leitores regulares impedidos de continuar a adquirir o jornal como habitualmente faziam, no Centro de Trabalho, a organização encontrou formas de lhes fazer chegar o Avante! todas as quintas-feiras. A eles e a todos quantos, na sequência dos contactos com os militantes, se mostraram interessados em passar a receber o jornal.

Todas as quintas-feiras, uma brigada de militantes comunistas mais jovens se junta no Centro de Trabalho e percorre a freguesia distribuindo os jornais, apoiados por outros, que a partir das suas casas contactam os leitores para que se preparem para os receber. Aos que necessitam de maiores precauções, devido aos riscos de contágio de COVID-19, os jornais são entregues das formas mais criativas (e seguras): colocados nas caixas do correio ou puxados por cordéis até andares mais elevados.

Em Alhandra há hoje mais leitores do Avante! e, para Cláudia Martins, a aprendizagem adquirida nestes tempos difíceis será útil para o futuro.

 

Ao lado dos trabalhadores

O Grupo de Trabalho das Empresas foi, naturalmente, um dos organismos do Partido definidos como prioritário em Vila Franca de Xira nesta fase complexa que se vive. A decisão de partir para o contacto com os trabalhadores foi bastante ponderada, pois «não sabíamos como seria a reacção», conta o responsável, André Arrojado. Avaliados todos os ângulos da questão, «decidimos avançar com cautela».

As distribuições da mais recente edição do boletim Engrenagem foram-se sucedendo, ao início com algum espaço entre elas, para que se fosse analisando a receptividade dos trabalhadores. «Superou as nossas melhores expectativas», realçou o responsável, garantindo que é nas empresas onde os problemas se fazem sentir de forma mais intensa que é mais evidente o apoio ao Partido e às suas propostas.

Até ao momento, o Engrenagem já chegou aos trabalhadores da Cimpor, OGMA, SUCH, Antral, Cipan, Exide, Iberol, Centralcer, logística do Minipreço, Câmara Municipal e SMAS. Onde existe célula, está a ser levado para o interior dos locais de trabalho, nos restantes é distribuído à porta ou afixado nas imediações, na versão jornal de parede.

 



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: