Breves
Trabalhar por Alcácer do Sal

O município de Alcácer do Sal deu «luz verde» ao início dos trabalhos de requalificação da Escola dos Telheiros, com a assinatura do contrato de consignação da empreitada. A obra tem um valor total de 1,2 milhões de euros.

Mais recentemente, a autarquia aprovou a empreitada de renovações das infra-estruturas das redes públicas de distribuição de água e esgotos e de repavimentação das vias urbanas de Foros de Albergaria.

«Estes trabalhos vão levar à renovação do espaço público em toda a aldeia e permitirão a resolução de problemas crónicos relacionados com o abastecimento de água, com os quais a população de Foros de Albergaria se tem vindo a debater ao longo dos anos», explicou a Câmara Municipal.


Percursos pedonais em Sesimbra

Na vila de Sesimbra será construído um troço pedonal entre a paragem de autocarros, na Avenida Costa Azul, e a Avenida da Liberdade. O passeio fará, posteriormente, a ligação à Mata da Vila Amália, no âmbito do projecto de requalificação desta zona verde.

Esta obra faz parte do Plano de Acção de Mobilidade Urbana Sustentável, que decorre em várias zonas do concelho, e que tem como objectivo criar uma rede de percursos pedonais, ao abrigo de uma candidatura apresentada pela Câmara Municipal de Sesimbra, ao Portugal 2020.


Palmela reclama variante à EN 252

O município de Palmela aprovou, por unanimidade, a moção «Pela construção de uma variante à EN 252», apresentada pela CDU.

A intensidade do tráfego, as ligações intermodais em Pinhal Novo e o desenvolvimento industrial da região são motivos que justificam plenamente a construção de uma via variante à estrada nacional que atravessa o coração da vila de Pinhal Novo. Esta solução torna-se mais premente considerando a possível construção de um aeroporto no Montijo.


Apoio social no Seixal

A Câmara Municipal do Seixal está a concretizar um plano de apoio social para os idosos e pessoas em isolamento com a entrega ao domicílio de refeições confeccionadas, medicamentos e outros bens de primeira necessidade.

O plano é concretizado em parceria com as juntas de freguesia e as instituições sociais do concelho, como forma de manter as pessoas de maior fragilidade resguardadas nas suas casas. Quem pretender ajudar e ser voluntário na prestação destes serviços e outros apoios pode contactar a sua junta de freguesia.

O concelho do Seixal tem 170 mil habitantes, dos quais 25 mil têm mais de 65 anos.

No âmbito do plano foram também accionadas três linhas de apoio para fazer face às consequências da pandemia COVID-19: a Linha 65 (800 20 88 75 ou mail@criar-t.org) para apoio às refeições aos mais de 60 anos, a Linha de Encaminhamento Social (210 976 220 ou ddsc@cm-seixal.pt) para compras, idas à farmácia ou outro tipo de apoio urgente e indispensável e ainda de encaminhamento de pessoas em situação de isolamento, com doenças crónicas ou famílias monoparentais, com menores de 12 anos, e a Linha de Apoio Psicológico «A Voz do Amor» (964 764 398 ou vozdoamor2000@gmail.com) para apoio psicológico às pessoas em isolamento.


Linha de apoio no Sobral

No Sobral do Monte Agraço foi criada uma linha de apoio social destinada às pessoas isoladas com doença crónica e às pessoas idosas (com mais de 65 anos) em situação de isolamento.

A autarquia compromete-se a entregar medicamentos em casa, assim como compras, além de apoiar psicossocialmente os necessitados. Os contactos podem ser feitos de segunda a sexta-feira, entre as 09h00 e as 17h00, através de 965 28 38 34 e de 261 940 333.


Linha de apoio em Setúbal

A Câmara Municipal de Setúbal anunciou, no dia 24 de Março, uma linha de apoio para aquisição de bens essenciais para munícipes de risco e a isenção de taxas de ocupação de via pública de esplanadas e rendas de estabelecimentos proibidos de exercer atividade.

Segundo a autarquia, a isenção dos pagamentos nos meses de Março e Abril é «um estímulo de apoio aos comerciantes locais, fortemente penalizados com a pandemia de COVID-19 e cujos rendimentos dependem directamente da sua actividade».

A par desta isenção de taxas e rendas, a Câmara de Setúbal disponibiliza uma linha de apoio para aquisição de bens essenciais de superfícies comerciais e farmácias, destinada exclusivamente a munícipes em grupos de risco relativamente à pandemia de COVID-19.

Segundo o município, a nova linha de apoio, gratuita, com o número 800 212 216, é direccionada à «população com mais de 70 anos, doentes oncológicos, pessoas com deficiência, incapacidade e em quarentena devido ao novo coronavírus».

De acordo com a autarquia, o banco de alimentos criado para dar resposta à distribuição de bens essenciais a pessoas de grupos de risco fica instalado na Companhia de Bombeiros Sapadores de Setúbal.


Refeições escolares em Santiago do Cacém

Aos alunos carenciados da rede pública de jardins-de-infância e do 1.º ciclo (escalão A do ASE) do concelho de Santiago do Cacém é garantido o fornecimento de refeições (takeaway) a partir dos refeitórios das escolas. A Câmara Municipal responde assim «ao problema social que se colocou com o encerramento das escolas, dada a importância e a necessidade» de «manter as refeições escolares para estas crianças e suas famílias».

Na passada semana, a autarquia lançou uma operação de higienização e desinfecção dos espaços públicos, como forma de conter a propagação da pandemia de COVID-19.