- Edição Nº2401  -  5-12-2019

Agregação de SMAS para privatizar

«Agregar para privatizar não é solução», alerta o STAL/CGTP-IN, num comunicado aos trabalhadores acerca da agregação de serviços municipais de Água e Saneamento, um processo que o Governo anterior do PS pôs em curso, utilizando o acesso aos fundos comunitários como chantagem e obrigando os municípios a abdicarem da responsabilidade de gestão da água «em baixa».

Neste contexto se inseriu a tribuna pública realizada no dia 26 de Novembro, em Beja, um dos concelhos onde a Assembleia Municipal rejeitou este rumo. Na iniciativa participaram trabalhadores das autarquias do distrito e da EMAS do concelho de Beja e dirigentes sindicais de vários sectores. Intervieram Vasco Rodrigues, da direcção regional do STAL, José Correia, presidente do sindicato, e Arménio Carlos, Secretário-geral da CGTP-IN.