Pompeo e Netanyahu não são bem-vindos a Portugal

O Largo Camões, em Lisboa, acolhe às 18 horas de amanhã, 6 de Dezembro, uma acção de protesto contra a visita a Portugal do Secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, e do primeiro-ministro israelita Benjamin Netanyahu. Convocada pelo CPPC e outras organizações, a iniciativa tem como mote Mike Pompeo & Netanyahu não são bem-vindos a Portugal!.

No texto que convoca a acção recorda-se que Mike Pompeo é, na administração norte-americana, um dos responsáveis pela sua política de «escalada militarista e de confrontação que agride a soberania, a democracia e o direito internacional», que arrasta o Mundo para «grandes perigos». Já Netanyahu é protagonista destacado do agravamento da ocupação da Palestina, de incontáveis crimes de guerra contra a população da Faixa de Gaza e da repressão massiva dos palestinianos.

O PCP, num comunicado emitido ontem, apela à participação na iniciativa, garantindo que a presença do Secretário de Estado norte-americano e do ainda primeiro-ministro israelita em Portugal são «profundamente contrárias ao interesse nacional, aos preceitos constitucionais, aos valores da paz e da cooperação», comprometendo Portugal com as «reiteradas violações do direito internacional de que ambos são protagonistas».

Se a decisão de receber o Secretário de Estado dos EUA ao mais alto nível já constituía, para o Partido, «um grave gesto de subordinação do Governo português à política militarista e agressiva dos EUA e da NATO», receber ao mesmo nível Netanyahu representa mesmo «uma afronta aos princípios da Constituição da República Portuguesa» e contradiz «sucessivas deliberações da Assembleia da República relativas à questão palestiniana».

Para o PCP, estes encontros afectam gravemente o prestígio de Portugal no mundo.




 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: