Partidos comunistas solidários com a causa palestiniana

Por iniciativa do Partido do Povo da Palestina e do Partido Comunista de Israel, diversos partidos comunistas e operários, entre os quais o PCP, assinaram um apelo comum por ocasião do Dia Internacional de Solidariedade com o Povo Palestiniano, que se assinalou a 29 de Novembro.

Os partidos comunistas e operários afirmam que a solução para a paz e a estabilidade no Oriente Médio é o fim da ocupação israelita, o exercício por parte do povo palestiniano do seu direito à autodeterminação e ao estabelecimento de um Estado independente com as fronteiras de 4 de Junho de 1967, com a capital em Jerusalém Oriental, e a resolução do problema dos refugiados palestinianos de acordo com o Resolução 194 da ONU.

Os partidos condenam a política dos Estados Unidos da América, dirigida pela administração Trump, de absoluto apoio às políticas de anexação promovidas pelo Estado de Israel, que negam completamente os direitos do povo palestiniano e ignoram os acordos e tratados internacionais e as bases de uma paz justa, de acordo com as resoluções adoptadas pela ONU.

Os partidos comunistas e operários sublinham ainda que, face ao rotundo fracasso dos planos imperialistas na Síria e no Iémen, os EUA procuram reforçar o apoio a Israel, actuando deliberadamente contra os interesses do povo palestiniano de se emancipar da ocupação israelita e alcançar a sua independência nacional, de forma a poder exercer os seus direitos históricos, apoiado pelas posições e lutas das forças revolucionárias e progressistas na região e no mundo.

Os partidos signatários apelam à promoção da solidariedade internacional com o povo palestiniano, pelos seus legítimos direitos e uma paz justa e abrangente para todos os povos da região, baseada no respeito pelo direito dos povos à liberdade e à independência.




 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: