Aconteu
Maior área florestal ardida em 2018

Portugal voltou a ser, em 2018, o país da União Europeia com maior área ardida em incêndios florestais. No total, foram devastados no ano passado no nosso país mais de 37 mil hectares de floresta, segundo dados divulgados pela Comissão Europeia.

A mesma fonte registou no Sistema Europeu de Informação sobre Fogos Florestais 86 incêndios em Portugal.

Pese embora Portugal tenha sido o estado-membro com maior área florestal ardida em 2018, a diferença para 2017 é muito grande. Recorde-se que 2017 foi o ano de grandes incêndios no Centro do País, designadamente em Junho e Outubro.

Depois de Portugal na lista de países com maior de floresta atingida por incêndios em 2018, seguem-se a Suécia, que enfrentou o ano passado a maior vaga de fogos da sua história, a Itália, a Espanha e o Reino Unido.


Urgência Pediátrica intermitente em Almada

O Conselho de Administração do Hospital Garcia de Orta, em Almada, voltou a fechar o Serviço de Urgência Pediátrica no passado fim-de-semana. A situação, confirmou, prolonga-se pelo menos até ao próximo dia 18 de Novembro.

Face ao funcionamento anormal e intermitente daquele serviço, o Ministério da Saúde autorizou a contratação directa de três novos pediatras. Contudo, à Lusa, o administrador do Garcia de Orta admitia, no final de outubro, que mesmo assim a Urgência Pediátrica só deverá voltar a ter um funcionamento regular dentro de cerca de seis meses.

A situação tem motivado fortes protestos dos utentes da Saúde da margem sul do Tejo, que consideram inviáveis as alternativas oferecidas pela tutela – o atendimento complementar em dois centros de Saúde de Almada e Seixal entre as 10h00 e as 17h00 ao fim-de-semana, ou, para casos mais graves ou fora deste horário, o encaminhamento para os hospitais de Santa Maria ou D. Estefânia, na cidade de Lisboa.


Casa-Memória de Camões reconhecida pela Cultura

O projecto Casa-Memória de Camões, em Constância, distrito de Santarém, foi declarado como de «interesse cultural» pelo Ministério da Cultura. Em comunicado citado pela Lusa, a associação responsável pela iniciativa revelou que a decisão da tutela representa «o corolário do esforço que vem sendo desenvolvido, em especial nos últimos anos, com vista a reunir as condições que permitam, finalmente, abrir ao público este equipamento de homenagem ao nosso maior poeta».

A Casa-Memória dedicada a Luís Vaz de Camões, em Constância, já existe num edifício erguido a partir das ruínas de uma casa de finais do século XV ou XVI, que sofreu várias alterações e onde se estima que terá vivido o poeta «aquando do seu desterro no Ribatejo entre 1548 e 1550», lê-se no registo disponibilizado online pela Direção-Geral do Património Cultural.


Mais água só no Ave

Os dados do Sistema Nacional de Informação de Recursos Hídricos relativos ao mês de Outubro indicam que a quantidade de água armazenada desceu em 11 bacias hidrográficas de Portugal continental, tendo aumentado somente na do Rio Ave.

A bacia do Sado era a que apresentava no final do mês passado uma menor disponibilidade de água, seguida pelas do Barlavento, do Lima, do Arade, do Oeste e de Mira. As bacias do Cávado, do Guadiana e do Douro tinham os níveis mais altos de armazenamento no final de Outubro.

Acima dos 50 por cento da capacidade total de armazenamento estavam ainda as bacias do Ave (a única que aumentou face a Setembro), do Mondego e do Tejo, pese embora neste último se avolumem nos últimos dias as preocupações para com o caudal, não apenas no rio mas nos seus afluentes, com a situação mais grave a registar-se no rio Pônsul.

De acordo com a mesma fonte, as albufeiras com menor disponibilidade de água situavam-se em Outubro nas bacias do Guadiana e do Sado, com as albufeiras de Abrilongo, Lucefit, Campilhas e Monte da Rocha a registarem níveis entre 1,5 e 8,5 por cento da respectiva capacidade.


Acrobática para a história

Portugal terminou a sua participação no Campeonato Europeu de Ginástica Acrobática, que se realizou em Israel, com um total de nove medalhas. Os ginastas, todos do Acro Clube da Maia, arrecadaram três galardões de ouros, cinco de prata e um de bronze, colocando o nosso País na história da competição.

Com estes triunfos, os atletas maiatos garantiram o título de campeões europeus em equipas masculinas no exercício dinâmico, e para a dupla feminina na mesma disciplina.



Resumo da Semana
Frases