Nenhuma força deterá jamais o progresso da China, diz Xi Jinping


Com uma parada militar e um desfile popular envolvendo 100 mil pessoas, a República Popular da China comemorou 70 anos, ao longo dos quais se desenvolveu. O presidente Xi Jinping assegurou, na terça-feira, 1, em Pequim, que nenhuma força jamais poderá tirar à China o seu estatuto actual, nem impedir o seu progresso e o do seu povo, a quem exortou ao reforço da unidade para prosseguir o desenvolvimento.

Em 70 anos, afirmou, o povo de todos os grupos étnicos da China tem trabalhado com um só coração e uma só mente e feito grandes realizações que surpreendem o mundo.

Enfatizou a importância de continuar a construir o socialismo com características próprias e a reforçar a liderança do Partido Comunista da China (PCC) na sociedade, enquanto prossegue o trabalho para elevar o bem-estar social e conquistar novos êxitos.

Xi, também secretário-geral do Comité Central do PCC, reafirmou o compromisso da China com o desenvolvimento pacífico, o aprofundamento da sua política de reforma e abertura e a promoção de uma comunidade internacional de futuro partilhado.

Realçou que o Exército Popular de Libertação (EPL) preservará a sua natureza e propósitos de salvaguardar a soberania, segurança e interesses do país, assim como apoiar a paz mundial.

Sublinhou que a China manterá o princípio de um país, dois sistemas, em Hong Kong e Macau, não renunciará à completa reunificação do território e procurará manter relações pacíficas através do estreito de Taiwan.

Rendeu homenagem aos lutadores revolucionários e mártires chineses e agradeceu as múltiplas mensagens de felicitações recebidas de todas as partes do mundo por ocasião do dia nacional da China.



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: