CDU defende municipalização do estádio do Estrela da Amadora

A CDU pretende que a Câmara Municipal da Amadora accione o direito de preferência e inicie negociações com vista à aquisição do património afecto ao antigo Clube de Futebol Estrela da Amadora (CFEA). Nesse sentido, o gabinete do vereador do PCP, Amável Alves, remeteu já uma proposta para que o assunto seja discutido e aprovado na próxima reunião de Câmara, agendada para 28 de Agosto.

Na proposta, a CDU lembra que «a cidade não tem infra-estruturas com dimensão que suportem e dinamizem cabalmente a actividade desportiva», nem «terrenos disponíveis» para as construir, pelo que não se pode perder a oportunidade de colocar sob alçada municipal o Estádio José Gomes e o demais património do CFEA, incluindo o Bingo, cujos postos de trabalho devem ser defendidos.

Acresce que as infra-estruturas existentes foram comparticipadas pelo erário público e que deve ser salvaguardada a actividade do Clube Desportivo Estrela, que ali desenvolve formação e competição abrangendo mais de meio milhar de atletas em diversas modalidades. Por isso a CDU entende que todo aquele espólio, bem como os pavilhões da Académica, devem ser colocados ao serviço da população num novo complexo desportivo a criar.

A questão foi suscitada depois de uma leiloeira ter anunciado, no início deste mês, a colocação em hasta pública do estádio, campo de treino e bingo do CF Estrela da Amadora, por um valor de licitação inicial de seis milhões de euros.

Ora, esta não é a primeira vez que a CDU defende a municipalização daquele património, a última das quais, de resto, ocorreu já neste mandato, aquando da discussão e votação das Grandes Opções do Plano e Orçamento para 2019. «posição que voltou a ser reiterada também na Assembleia Municipal de 29 de Novembro», sublinha a CDU, antes de denunciar que «em ambos os momentos, as propostas da CDU foram chumbadas pela maioria que domina a Câmara e a Assembleia municipais».

Reagindo ao anúncio da hasta pública, a direcção do Clube Desportivo Estrela, que desde o final de 2011 resgatou a história e mística tricolor do CF Estrela da Amadora, declarado insolvente e extinto nesse mesmo ano, veio a público realçar que «numa cidade tão carente deste tipo de infra-estruturas», o Estádio José Gomes «deve manter-se para o fim que foi criado».




 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: