«Ver os centros de detenção na Líbia é ver o sofrimento humano à escala industrial.»

(Joanne Liu, Presidente Inernacional da Médicos
Sem Fronteiras, Público, 8.8.19)

«Parece que os líderes da Europa consideram que o afogamento das pessoas é um preço aceitável para conter o fluxo no Mediterrâneo Central.»

(Idem, ibidem)

«O crescimento da extrema-direita é uma prova do imenso falhanço da União Europeia.»

(Ana Sá Lopes, Público, 13.8.2019)

«Itália (…) é o primeiro país a cair totalmente nas mãos do ódio».

(Idem, ibidem)

«Um responsável de um banco italiano recentemente instalado em Portugal afirmou que o seu «negócio nasceu e cresceu assente no negócio da saúde, nomeadamente na compra de facturas da indústria farmacêutica.»

(Alexandre Lourenço, presidente da Associação Portuguesa de Administradores Hospitalares,
Público, 8.8.19)

«Para além dos suspeitos do costume – sector privado da saúde - ficamos, assim, a saber quem também lucra com a suborçamentação do SNS.»

(Idem, ibidem)

«É no mínimo curioso que a companhia [Ryanair] tenha escolhido esta altura para anunciar o encerramento da base de Faro. É uma nítida tentativa de chantagem aos tripulantes de cabina devido à greve.»

(Luciana Passo, presidente do Sindicato Nacional de Pessoal de voo da Aviação Civil,
JN, 12.8.2019)

«O direito à greve é uma conquista civilizacional. O exercício desse direito provoca muitos incómodos, mas é por isso que é uma arma poderosa dos trabalhadores. É fundamental respeitar esse legado.»

(Armando Esteves Pereira, CM, 10.8.2019)