Porto

A CDU apresentou, anteontem, 4, na Câmara do Porto, uma proposta que defende a suspensão de novos pedidos de Alojamento Local (AL) em todas as ruas onde já exista um número equivalente a 30 por cento de habitação permanente, até que a autarquia conclua o regulamento do sector.

À Lusa, Ilda Figueiredo, vereadora da Coligação PCP-PEV, considerou urgente a regulação do sector, tendo em conta o «drama social resultante da especulação imobiliária». Nos prédios onde tenha existido «casos de assédio e pressão sobre moradores» devem ser recusadas as propostas de AL, refere a proposta da CDU, entretanto chumbada.

 



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: