- Edição Nº2375  -  6-6-2019

CDU apresenta candidatos às legislativas de Outubro

ELEIÇÕES A CDU anunciou anteontem, 4 de Junho, os seus primeiros candidatos às eleições de 6 de Outubro para a Assembleia da República num primeiro grupo de círculos eleitorais, no Continente e na Europa.

Jerónimo de Sousa, Francisco Lopes, Carla Cruz, Miguel Viegas e Rita Rato vão encabeçar, respectivamente, as listas da Coligação PCP-PEV nos círculos eleitorais de Lisboa, Setúbal, Braga, Aveiro e Europa.
A CDU vai para estas eleições para avançar, para alargar a influência nos círculos eleitorais onde elege e para disputar a eleição de deputados em círculos eleitorais em que não tem elegido deputados. A apresentação dos candidatos associa-se à preparação e divulgação das linhas essenciais dos programas eleitorais do PCP e do PEV.

 

Lisboa
Jerónimo de Sousa

72 anos, operário metalúrgico. Foi membro da Direcção do Sindicato dos Metalúrgicos de Lisboa em 1973/1974, coordenador da Comissão Coordenadora das Comissões de Trabalhadores da Região de Lisboa e deputado à Assembleia Constituinte.
Deputado do PCP à Assembleia da República na I, II, III, IV, V, VI, IX, X, XI, XII e XIII legislaturas, foi, entre 1979 e 1992, vice-presidente do Grupo Parlamentar do PCP e candidato a Presidente da República nas eleições de 1996 e 2006. É Secretário-geral do PCP.

 

Setúbal
Francisco Lopes

63 anos, electricista. Participou nas actividades do Movimento Democrático e integrou a União dos Estudantes Comunistas (UEC) em 1973. Fez parte da Célula dos Trabalhadores da Applied Magnetics e da Comissão de Trabalhadores da empresa.
Participou na acção sindical no âmbito do Sindicato dos Electricistas do Distrito de Lisboa. Foi responsável pela Organização Regional de Setúbal do PCP.
Deputado do PCP à Assembleia da República nas X, XI, XII e XIII legislaturas, foi candidato a Presidente da República nas eleições de 2011. É membro da Comissão Política e do Secretariado do Comité Central do PCP.

 

Braga
Carla Cruz

47 anos, psicóloga. Licenciada em Psicologia e pós-graduada em Psicologia da Educação pela Universidade do Minho, trabalhou como psicóloga, na área da Acção Social, na Associação Portuguesa de Paralisia Cerebral, Núcleo Regional de Braga, e no apoio à Associação Portuguesa de Deficientes. Prestou apoio técnico militante ao Movimento Sindical Unitário, designadamente na elaboração de relatórios psicológicos para processos judiciais.
Foi docente do Ensino Superior entre 2001 e 2009, tendo sido coordenadora de curso durante dois anos lectivos. Foi membro do Conselho Pedagógico da Instituição de Ensino Superior em que deu aulas e sua presidente.
É eleita na Assembleia Municipal de Braga. Deputada do PCP à Assembleia da República na XII e XIII legislaturas. Membro efectivo da Comissão Parlamentar de Saúde. É membro da Direcção da Organização Regional de Braga do PCP.

 

Aveiro
Miguel Viegas

49 anos, professor universitário. É licenciado em Medicina Veterinária e doutorado em Economia. É mestre em Planeamento Regional e Urbano.
Exerceu a profissão de médico veterinário entre 1993 e 2011. Em 2008 ingressou na carreira académica como docente do Departamento de Economia e Gestão Industrial da Universidade de Aveiro. É fundador e dirigente do Clube de Canoagem de Ovar.
Foi dirigente da Associação de Estudantes da Faculdade de Medicina Veterinária, eleito na Assembleia Municipal de Ovar e deputado no Parlamento Europeu no mandato 2014/2019.
Participou em diversos movimentos de defesa dos serviços públicos e integra a Direcção do Sindicato dos Professores da Região Centro. É membro da Direcção Regional de Aveiro do PCP.

 

Europa
Rita Rato

36 anos, licenciada em Ciência Política e Relações Internacionais pela Universidade Nova de Lisboa. Foi atleta federada de futsal entre 2001 e 2006. Integrou a Direcção do Conselho Português para a Paz e Cooperação e o Conselho Nacional de Juventude em representação da JCP.
Integrou a Direcção Nacional e a Comissão Política da JCP. É militante do PCP desde 2001 e membro da Direcção Regional de Lisboa do PCP.
Eleita na Assembleia Municipal de Estremoz pela CDU (2005-2009), é deputada à Assembleia da República desde 2009 (XI, XII, XIII legislaturas) e vice-presidente da Comissão Parlamentar de Trabalho, Solidariedade e Segurança Social.
Enquanto deputada, teve intervenção sobre questões das migrações, designadamente sobre trabalho, pensões e novas gerações de emigrantes, tendo desenvolvido acções de contacto com comunidades portuguesas na Europa.