Breves
MONTIJO
PCP quer esclarecimentos sobre estabelecimento prisional

Numa pergunta dirigida ao Ministério da Justiça, o PCP questionou recentemente o Governo se confirma a construção de um estabelecimento prisional na Herdade Gil Vaz, no Montijo. Desta forma, os comunistas querem saber «qual o ponto de situação para a sua concretização, nomeadamente quanto ao investimento previsto, projecto, perspectiva de lançamento do concurso, prazo de execução e conclusão previstos».

«Reconhecemos a necessidade de construir um novo estabelecimento prisional, cujo edificado responda às necessidades», acentua a Direcção da Organização Regional de Setúbal do PCP.


SERRA DO CARAMULO
Eucaliptais com insecticidas

Miguel Viegas, deputado do PCP no Parlamento Europeu, esteve reunido, no dia 26 de Abril, com a Associação de Apicultores da Serra do Caramulo. Em causa está a repetição pelas celuloses da pulverização dos seus eucaliptais com insecticidas, cuja substância activa causa efeitos nefastos no ambiente e afecta as proteínas do sistema nervoso das abelhas, provocando a sua morte. O Partido defende que sejam tomadas medidas de proibição imediata das pulverizações de eucaliptais e do uso deste perigoso insecticida. Reclama, igualmente, apoio aos apicultores para reposição dos apiários e dos rendimentos perdidos.


BEJA
Oportunidade perdida

A Comissão Concelhia de Beja do PCP condena, em nota de imprensa divulgada no passado dia 24, a forma como a Câmara Municipal, de maioria PS, decidiu «não assinalar de forma digna» o 45.º aniversário da Revolução de Abril, resumindo a data a um «mero» evento piromusical. No entender do Partido, estas comemorações «deveriam constituir uma oportunidade para estimular o conhecimento, o interesse e a divulgação do contributo do povo do Alentejo na resistência ao fascismo, das duras condições de vida a que esteve sujeito, da importância da Revolução de Abril – enquanto acontecimento maior da história contemporânea do País e do território».


SÃO JORGE
Lixeira a céu aberto

A Direcção da Organização da Região Autónoma dos Açores do PCP (DORAA) alertou, em nota de imprensa, para a existência de uma lixeira a céu aberto na freguesia dos Rosais, na ilha de São Jorge, o que constitui um grave atentado ambiental. O Partido já denunciou a situação na Assembleia Municipal de Velas e na Assembleia Regional.