Durante o mês de Julho, o júri fará a selecção
Bienal de Artes Plásticas com inscrições abertas

FESTA DO AVANTE! Até dia 31 de Maio podem ser submetidas obras individuais ou colectivas para a XXI Bienal de Artes Plásticas da Festa do Avante!, que este ano ocorre entre 6 e 8 de Setembro.

O regulamento e ficha de inscrição para o concurso encontram-se disponíveis na página da Festa na Internet, estando este «aberto a todas as obras e disciplinas artísticas consideradas hoje património das artes plásticas», sendo que o limite é de duas obras por inscrição.

Para que a inscrição seja válida, é necessário submeter, além de uma foto a cores em suporte digital, um breve currículo artístico de no máximo mil caracteres. Durante o mês de Julho, o júri da XXI Bienal de Artes Plásticas da Festa do Avante! fará a selecção, comunicando aos concorrentes até ao final do referido mês a decisão.

Este ano, o júri é composto por Andreas Stöcklein, pintor que cursou a Academia de Belas-Artes de Dusseldorf e actualmente ocupa um lugar de destaque na renovação da azulejaria portuguesa; Jaime Silva, também pintor, coordenador e docente da Área de Pintura da Sociedade Nacional de Belas Artes e vice-presidente do seu Conselho Técnico, e Sérgio Vicente, artista plástico e professor da Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa.

Entre 12 e 28 de Agosto, os seleccionados deverão remeter as obras obedecendo aos pressupostos indicados no regulamento. A organização da Bienal efectuará o seguro das obras seleccionadas abrangendo apenas o período entre a sua recepção e o seu levantamento, o qual terá de ser concretizado obrigatoriamente no mesmo local da entrega entre 17 e 24 de Setembro, após o que a organização não se responsabiliza pelos danos ou perdas que possam ocorrer.

Cada artista seleccionado terá direito a uma Entrada Permanente (EP) na Festa do Avante! e a um exemplar do catálogo da XXI Bienal de Artes Plásticas, determina ainda o regulamento do certame.

A Bienal de Artes Plásticas da Festa do Avante! é única no género no País pela dimensão de massas que assume e pelo inestimável contributo que dá à luta pela democratização do acesso à cultura.

 



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: