Aconteu
«Vive a Tua Cena» é o lema do Março Jovem

Março Jovem 2019, uma organização da Câmara Municipal do Seixal e das organizações juvenis do concelho, tem como lema «Vive a tua Cena». Os promotores do certame, que ganhou raízes no panorama cultural do distrito de Setúbal, convidam os jovens a «afirmarem a sua identidade e diferença sem complexos e a participarem em distintas iniciativas, que incluem arte urbana, dança, concertos, encontros e exposições, entre outras sugestões para os mais radicais». O programa incluiu «Consciente», uma criação e do conhecido comediante Luís Franco-Bastos, que subirá à cena no Auditório do Fórum Cultural do Seixal. O encerramento será na noite de 30 de Março, com um concerto dos HMB, na Arena Multiusos de Paio Pires. A entrada para este espectáculo é livre.


Pianista Sequeira Costa deixa saudade e admiração

Morreu o pianista Sequeira Costa aos 89 anos, nos Estados Unidos, onde vivia desde há muito. Fundador do Concurso Internacional Vianna da Motta, de quem foi discípulo, era um dos nomes mais respeitados e requeridos da música clássica, onde se distinguiu como executante e professor. Depois de ter ganho, em 1951, o Grande Prémio de Paris, no Concurso Internacional Marguerite Long, ganhou projecção mundial, o que explica o convite de Dimitri Chostakovitch para fazer parte do júri do Concurso Internacional Tchaikovski, em Moscovo (1958).

Em 2004, numa entrevista conduzida pela jornalista Ana Dias, confessou que por ter «abraçado inteiramente o espírito de Beethoven», ao consagrar-se por inteiro à interpretação das sonatas daquele compositor, se sentia «para além da vida humana já».

«A inspiração não existe. A inspiração é o resultado de um trabalho afincado, premeditado. Talento há, felizmente que é raro», afirmou em certa ocasião.


Ucrânia veta concorrente à Eurovisão

Anna Korsum, a cantora eleita pelos telespectadores para representar a Ucrânia no Festival da Eurovisão, que este ano se realiza em Tel Aviv, capital de Israel, foi vetada pelas autoridades do país. Para Kiev, Maruv, como também é conhecida a artista, não tem condições para se apresentar como «embaixadora cultural da Ucrânia», já que tem actuações programadas na Rússia.

Maruv afirma que até aceitaria cancelar os concertos que tem programados para a Rússia, mas de modo algum consentiria em «imposições que configuram censura política». Posto isto, o canal televisivo oficial vai escolher outra representante.

Muitas vozes se levantaram acusando Israel de utilizar o concurso para branquear a sua imagem e dezenas de artistas, como o cantor Roger Waters e o cineasta Ken Loach, pediram à Eurovisão que cancele o festival por «Israel violar os direitos humanos dos Palestinianos».


Declarada morte aos sulfitos no vinho

O Centro de Investigação de Montanha (CIMO) do Instituto Politécnico de Bragança (IPB) já produz vinho que, em vez de sulfitos, aos quais se recorre na fase de fermentação e conservação, utiliza um produto à base de flor de castanheiro. Segundo os cientistas daqueles estabelecimentos, o produto agora descoberto possui um «enorme potencial antioxidante e antimicrobacteriano».

Esta solução é já utilizado pelo produtor da Quinta da Palmeirinha, no Norte do país, bem como por outros vinicultores nacionais e estrangeiros.

Os investigadores têm em mãos vários projectos, nacionais e internacionais, como a procura de fertilizantes para a agricultura, soluções para a rega, combate a pragas ou a valorização do azeite, da apicultura e dos resíduos orgânicos municipais para a produção de bionergia.


Correntes d’Escritas e Luís Quintais de parabéns

O poeta Luís Quintais recebeu, no último sábado, 23, o prémio Literário Casino da Póvoa, durante a cerimónia de encerramento da XX edição do Corrente d’Escritas, o mais antigo festival literário levado a efeito no nosso país.

«A poesia deve ser fonte de prazer e satisfação para o poeta e não uma fonte de honrarias», confessou o laureado. «Uma das maiores alegrias de qualquer escritor é, de facto, encontrar leitores. Quero acreditar que este prémio me foi atribuído porque tenho leitores», realçou o antropólogo, professor na Universidade de Coimbra, poeta e ensaísta, ora distinguido pela obra A Noite Imóvel.

Esta foi a maior edição de que há memória do festival: presentes 140 escritores de 20 países, 50 livros lançados, sessões de poesia, visita de escritores aos mais diversos estabelecimentos de ensino, colóquios e, no dizer de um dos organizadores, «casa sempre cheia», facto importante para preparar a organização da edição de 2020.



Resumo da Semana
Frases