• Margarida Botelho

Nosso bairro, nossa cidade

Os setubalenses conhecem bem o lema que dá título a este texto, mas no resto do País não tem a projecção que seria justo que tivesse. Nosso bairro, nossa cidade é o nome do projecto criado pela Câmara Municipal de Setúbal, de maioria CDU, para intervir nos quatro bairros da Bela Vista, que na semana passada foi distinguido pela Associação Internacional de Cidades Educadoras.

Trata-se de um programa de participação, criado em 2012, para envolver os moradores dos bairros, estimular a sua organização, melhorar a qualidade de vida. Se o objectivo inicial era envolver os moradores na conservação e dinamização dos bairros, o que já não seria pouco importante, hoje as actividades dinamizadas englobam as áreas da cultura, da acção social, da formação cívica e do desporto.

Todas as actividades são decididas colectivamente, e debatidas anualmente em encontros, tipo assembleia, entre moradores, eleitos da Câmara e da Junta de Freguesia de S. Sebastião, trabalhadores do poder local e representantes de associações e instituições.

Uma das evoluções mais significativas é a percepção que os moradores têm de si próprios e da cidade, e que os restantes locais do concelho têm do bairro, outrora associado à criminalidade e à exclusão social.

Na semana em que o PCP realiza em Setúbal a Conferência «Por um Portugal com futuro! Por uma alternativa patriótica e de esquerda», este prémio é mais um estímulo a todos os que, no poder local, nas comissões de moradores, nas associações de jovens, lutam diariamente para romper com a política de direita, para tomar nas suas mãos os destinos das suas vidas, para construir um Portugal com futuro. É mais um exemplo de que quanto mais força tem o PCP, melhores condições têm os trabalhadores e o povo para construírem o futuro que desejam. No nosso bairro, na nossa cidade, no nosso País.




 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: