Plataformas devem milhões

Segundo noticiou recentemente a SIC, os motoristas de plataformas como a Uber ou a Cabify devem 4,6 milhões de euros em multas desde 2016, resultantes de 2297 autos de contra-ordenação relativos a transporte ilegal. Com entrada em vigor da lei que liberaliza o sector, a 1 de Novembro, estas coimas poderão ser perdoadas.

A Federação Portuguesa do Táxi (FPT) e a Associação Nacional de Transportadores Rodoviários em Automóveis Ligeiros (ANTRAL) partilharam esta «revelação» junto do Ministério Público e exigem explicações públicas do ministro do Ambiente e do seu secretário de Estado Adjunto.

 



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: