Haddad substitui Lula à presidência do Brasil

O ex-ministro da Educação e antigo presidente da câmara de São Paulo, Fernando Haddad, foi apresentado como substituto de Luís Inácio »Lula» da Silva na candidatura do Partido dos Trabalhadores (PT) e do Partido Comunista do Brasil (PCdoB) à presidência do país. Lula foi impedido em última instância judicial de se apresentar às urnas no sufrágio do próximo dia 7 de Outubro.

No acto de anúncio da candidatura, realizada anteontem frente ao cárcere onde se encontra a cumprir pena de prisão efectiva o ex-chefe de Estado brasileiro, a presidente do PT, Gleisi Hoffmann, confirmou ainda que a candidata à vice-presidência será Manuela d’Àvila, do PcdoB.

Na iniciativa, em que participou a presidente destituída por golpe de Estado Dilma Rousseff, foi lida uma carta de Lula da Silva na qual este reafirmou que «a nossa lealdade: minha, do Haddad e da Manuela, é com o povo», com «um país em que todos tenham oportunidades e ninguém tenha privilégios».

«Nenhum opressor pode ser maior que o povo», acrescentou também o ex-presidente, que pediu «de coração, a todos que votariam em mim, que votem no companheiro Haddad para Presidente da República», e assegurou que «não vamos desistir deste país».




 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: