Serviços públicos em foco no Auditório

No Espaço Central da Festa houve um outro pólo de debates, propiciando uma maior proximidade para ouvir e interpelar dirigentes do PCP e outros militantes, com intervenção destacada nas mais diversas áreas.

Com variações na quantidade de lugares preenchidos – assinalando-se que por mais de uma vez estiveram todas as cadeiras ocupadas –, no conjunto dos sete debates que ali tiveram lugar foi visível a importância dada aos serviços públicos e às funções sociais que incumbem ao Estado.

Na sexta-feira, à noite, o tema Transportes públicos ao serviço do povo e do País foi introduzido por Rui Braga (do Secretariado do Comité Central do PCP), Bruno Dias (do CC e deputado), Francisco Asseiceiro (da Comissão de Assuntos Económicos junto do CC) e José Manuel Oliveira (dirigente da CGTP-IN).

Sobre Uma Escola Pública ao serviço do desenvolvimento do País, o debate ao fim da manhã de sábado desenvolveu-se a partir de contributos de Jorge Pires (da Comissão Política do CC), Ana Mesquita (deputada), Mário Nogueira (Secretário-geral da Fenprof), Rosa Vaz (educadora) e António Azevedo (estudante e dirigente da JCP).

Habitação – Direito constitucional que urge garantir foi o tema debatido na noite de sábado, com intervenções iniciais de João Dias Coelho (da Comissão Política do CC), Paula Santos (deputada), Lino Paulo (do grupo de trabalho do Partido para as autarquias locais) e Carlos Rabaçal (vereador da CM Setúbal).

Com Fernanda Mateus (da Comissão Política do CC), António Filipe (do CC e deputado), Adelaide Alves (do CC), José Augusto (dirigente da CGTP-IN) e Isabel Quintas (dirigente do MURPI) abriu o debate Segurança Social pública para todas as gerações, ao final da manhã de domingo.

 



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: