Polícias e militares exigem progressões

A Associação Sindical dos Profissionais da Polícia (ASPP/PSP), a Associação dos Profissionais da Guarda (APG/GNR), a Associação Nacional de Sargentos, a Associação de Oficiais das Forças Armadas, a Associação de Praças, a Associação Nacional de Sargentos da Guarda e o Sindicato Independente de Agentes da Polícia reúnem-se hoje, em Lisboa, para analisar uma esperada resposta do Governo aos problemas que motivaram a realização de uma vigília comum, frente ao Palácio de Belém, de 2 a 4 de Maio.
Esta foi uma iniciativa mais, na batalha pelo cumprimento do direito a negociar o descongelamento da progressão nas carreiras, como previsto no OE de 2018.

 



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: