• Pedro Ventura

Um projecto distintivo para Sintra

Image 23176

Quem vive e trabalha na área do município de Sintra conhece certamente o trabalho dos eleitos da CDU. Os eleitos da CDU estiveram e estarão com as populações nas lutas pelo emprego com direitos e contra a precariedade, pela saúde e pela educação, pelo ambiente e pela reabilitação urbana, pela mobilidade e pelos transportes, pela proximidade do poder local e contra a extinção das freguesias. E sempre pela defesa dos serviços públicos.

Os trabalhadores do município viram-no na luta que eleitos da CDU com eles travaram pela reposição do horário das 35 horas semanais, pelo fim da precariedade, pela melhoria das condições de trabalho, pela inserção nos quadros do município aquando da extinção das empresas municipais. Mas também o confirmaram os trabalhadores do privado que sempre puderam contar com a solidariedade dos eleitos da CDU às suas lutas.

Os que desesperam por falta de médico de família, de consulta, de centros de saúde dignos com meios e pessoal suficientes, os que exigem um hospital público, inexistente neste que é o segundo município mais populoso do País, sabem que a CDU está com eles, que luta e propõe soluções públicas, para a resolução dos graves problemas da saúde em Sintra.

Os que exigem uma rede escolar a funcionar com os meios humanos essenciais e em edifícios com condições; os que exigem transportes públicos com horários que sirvam as zonas mais periféricas do município; os que protestam pela injustiça de um passe intermodal metropolitano que não cobre grande parte da área metropolitana; os que, usando o comboio todos os dias, não aceitam o saque praticado nos parqueamentos de apoio às estações; ou os que derrotaram a proposta do parqueamento pago, sempre encontraram do seu lado os eleitos da CDU.

Os que defendem o ambiente acompanham certamente o trabalho da CDU para a melhoria da prestação de serviço público no abastecimento de água, na drenagem de esgotos, na recolha de lixo e na limpeza urbana.

No que ao território diz respeito, a acção dos eleitos da CDU tem sido determinante quer nos grandes bairros urbanos, como a Tapada das Mercês, quer em aglomerados que a incúria veio degradando, como o Bairro da Tabaqueira, assim como nas AUGI ou no combate à «Cidade SONAE», na Abrunheira, mega e densa ocupação comercial que atentava contra o ambiente, a mobilidade sobre o IC19 e o comércio local.

Os que entendem que a cultura deve ser de usufruto universal e não estar fechada nos palácios dos centros turísticos sabem que a CDU defende uma rede estruturada de equipamentos e agentes culturais, da mesma forma que o faz para os equipamentos desportivos.

Aqueles que procuram um poder local verdadeiramente democrático porque próximo das populações e que, como tal, estiveram contra a extinção de nove das freguesias da área do município, constatam que a CDU foi a única força política com posicionamento coerente ao longo de todo o processo e em todos os níveis de decisão política.

Sintra precisa da CDU!




 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: