Breves
Fiequimetal

O Regime de Trabalho por Turnos e Nocturno esteve em debate num Encontro Nacional promovido Pela Fiequimetal/CGTP-IN, ontem, 12, na Casa Sindical do Porto. Cerca de uma centena de dirigentes e delegados sindicais e outros trabalhadores aprovaram uma carta reivindicava na qual exigem a implementação e/ou melhoria dos subsídios de turnos; a dispensa dos turnos para os trabalhadores com 20 anos ou 15 anos e 55 anos de idade ou mais; a bonificação para efeitos de idade de reforma e formação da pensão; o reconhecimento de doenças profissionais contraídas naquele regime; as 35 horas de trabalho semanal; o aumento do período de férias para 25 dias úteis; a consideração do trabalho nocturno entre as 20h00 e as 07h00 do dia seguinte.


Enfermeiros

A Comissão Negociadora Sindical dos Enfermeiros (CNESE), que integra o Sindicato dos Enfermeiros Portugueses e o Sindicato dos Enfermeiros da Madeira, constatou, na reunião ocorrida no Ministério da Saúde, a 4 de Julho, avanços na admissão de enfermeiros em cinco instituições, no pagamento de todo o trabalho extraordinário nas questões da avaliação do desempenho. A CNESE lamenta, porém, que a tutela tenha admitido menos enfermeiros do que os necessários, não aplique as 35 horas semanais aos trabalhadores com contrato individual, nem tenha avançado sobre a diferenciação remuneratória dos Enfermeiros Especialistas, matéria sobre a qual esperava soluções na reunião que ficou agendada para anteontem, 11 de Julho.


Reforço sindical

A nova casa dos sindicatos em Castelo Branco foi inaugurada dia 7 de Julho, acto no qual participou o secretário-geral da CGTP-IN. Arménio Carlos considerou que as novas instalações, que incluem um centro de formação profissional, contribuem para o reforço da acção e unidade sindical, para o combate à desertificação do interior e para a sua dinamização. O coordenador da União dos Sindicatos do Distrito de Castelo Branco, Luís Garra, por seu lado, lembrou o empenho da Câmara Municipal de Castelo Branco na concretização de um sonho antigo e de muitos.


FISIPE

Por melhores aumentos salariais, contra os vínculos precários e a desregulação das escalas, os trabalhadores da FISIPE, no Barreiro, iniciaram uma greve anteontem, 11, que se prolonga até ao final do dia de hoje, 13. Desde Junho que na FISIPE vigora a paralisação ao trabalho extraordinário, mas face à recusa da administração em apreciar caderno reivindicativo, os trabalhadores decidiram avançar para três dias de greve e para uma concentração, hoje, à porta da empresa, informa o SITE-Sul.


Sargentos

A Associação Nacional de Sargentos convocou para ontem à tarde, junto à residência oficial do primeiro-ministro, em Lisboa,uma concentração na qual pretendia alertar para a necessidade de o Governo e a Assembleia da República darem respostas concretas a situações como carências na assistência médica e medicamentosa, particularmente no interior e regiões autónomas; às preocupações para com o novo Estatuto e o regulamento da Avaliação do Mérito; à falta de reconhecimento académico compatível com a formação dos Sargentos; às contínuas discriminações salariais; às deslocações inesperadas e à confrontação dos militares com condições de alojamento e alimentação incompatíveis com o seu Estatuto e dignidade, ou à insatisfação motivada pelas alterações ao regime de reserva e reforma.


Convívio

O Sindicato dos Têxteis da Beira Baixa promove, domingo, 16, na Praia Fluvial de Unhais da Serra, o convívio anual dos trabalhadores do sector, que inclui caminhada, jogos e animação, almoço e animação musical.


Petrogal

A perserverança dos trabalhadores continua a impedir a administração da Petrogal de alterar o Contrato Constitutivo do Fundo de Pensões. A questão que se coloca agora é como e quando a empresa vai ressarcir os trabalhadores dos prejuízos causados, alerta a Comissão Central de Trabalhadores, que em nota explica que, apesar de várias manobras, incluindo a tentativa de introduzir clausulas gravosas do Acordo de Empresa subscrito pela UGT, se mantêm as regras para a formação e acesso aos complementos de reformas.