Os enfermeiros pretendem
que o Governo responda
Enfermeiros param hoje em Lisboa

SAÚDE Os enfermeiros do ACES Lisboa Norte cumprem hoje uma paralisação pela contratação dos profissionais em falta. Esta e outras reivindicações estão na base de uma greve nacional prevista para os dias 30 e 31.

Os enfermeiros, que hoje, pelas 11h00, junto ao Centro de Saúde de Sete Rios, dão expressão de rua à luta decidida em plenário realizado a 20 de Fevereiro, pretendem que o Governo responda ao que consideram ser uma evidente carência de profissionais na área abrangida pela ACES Lisboa Norte.
Além da paralisação de hoje, os clínicos afectos à ACES Lisboa Norte cumprem ainda dois meses de greve aos fins-de-semana e feriados.
Para os cerca de 252 mil utentes inscritos existe um total de 126 enfermeiros, sendo, por isso, necessários mais 90 profissionais, afirma, em comunicado, a Direcção Regional de Lisboa do Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP).
A tutela local tem previsto o preenchimento de 12 vagas e escuda-se com obstáculos colocados pela ARS de Lisboa e Vale do Tejo para contratar mais recursos humanos, mas a DRL do SEP insiste que as questões de fundo são os efeitos da falta de enfermeiros e a sua resolução.
Entre as consequências sentidas por utentes e enfermeiros, a estrutura sindical indica a redução do horário de atendimento nas consultas de enfermagem de saúde infantil e da saúde materna; a suspensão de programas que requerem intervenção de enfermeiros, designadamente diabetes e unidade móvel e consulta domiciliária ao recém-nascido; dificuldade de constituição e de resposta das equipas de cuidados continuados integrados; a realização permanente de actividades regulares em horário extraordinário e o abuso deste, igualmente, no Atendimento Complementar aos sábados, domingos e feriados.

 

Na mão do ministro

Já esta segunda-feira, 13, a Direcção Nacional do SEP decidiu convocar para 30 e 31 de Março uma greve nacional dos enfermeiros. A concretização da jornada depende das respostas que o ministro da Saúde venha a dar ao SEP e o Sindicato dos Enfermeiros da Região Autónoma da Madeira em reunião agendada para o próximo dia 22 de Março.

 



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: