Cada escola que desaparece leva à perda de vida nas aldeias
CDU opõe-se à municipalização
Lutar em defesa da Educação

Só com o reforço da CDU se poderá travar a destruição da Educação e da Escola Pública, assegurou Manuela Cunha, cabeça de lista da Coligação PCP-PEV pelo distrito de Portalegre.

Em conferência de imprensa, realizada no dia 13 junto à entrada da Escola Básica Ana Maria Ferreira Gordo, a também dirigente do Partido Ecologista «Os Verdes» (PEV) falou sobre a municipalização do ensino.

Em causa está o facto de os municípios do Crato e de Souselas terem assinado com o Governo os contratos inter-administrativos de delegação de competências, contratos estes que foram alvo de uma providência cautelar por parte do Sindicato dos Professores da Zona Sul (SPZS) e contestados pelos eleitos locais da CDU. Na Assembleia da República, PCP e PEV também se opuseram à municipalização do ensino e apresentaram Projectos de Resolução para a travar, por considerarem que é um ataque à Escola Pública e ao direito à Educação para todos.

«A vontade do Governo PSD-CDS, que encontra também acolhimento no PS, tal como se verifica aqui no Crato e noutras câmaras de maioria PS, de “sacudir a água do capote” com o “Programa Aproximar Educação” e passar a Educação para os municípios a pretexto da promoção de uma “diversificação da oferta educativa e formativa e definição de planos curriculares”, representa uma desresponsabilização clara do Estado, municipalizando transitoriamente essa função para progressivamente ir abrindo caminho à privatização do ensino», denunciou a candidata.

Aos jornalistas, Manuel Cunha manifestou ainda preocupação e indignação com o encerramento de mais escolas no distrito de Portalegre. «Cada escola que desaparece leva a uma perda de vida nas aldeias ou bairros onde ela se inseria, a um aumento do percurso e das horas passadas fora de casa pelas crianças e ao consequente aumento do seu cansaço, a uma quebra da relação entre a família e a escola e a uma maior concentração de crianças e jovens de idades muito diferenciadas no mesmo espaço, o que é gerador de problemas», lamentou.


Mais força em Portalegre

Manuela Cunha, cabeça de lista da CDU pelo círculo eleitoral de Portalegre, acompanhada pelos também candidatos Joel Moriano e Sílvia Feliz, esteve reunida, no dia 11, com o Comendador Rui Nabeiro, tendo realizado posteriormente uma visita ao Centro de Ciência do Café e à Fábrica da Delta, em Campo Maior.

No dia 8, a candidatura da Coligação PCP-PEV, depois de contactos com as populações em Ponte de Sor e Alter do Chão, marcou presença no Festival Andanças, em Castelo de Vide, e nas festas de Verão do Pé da Serra e de Alpalhão, no concelho de Niza.

No dia 30 de Julho, Manuela Cunha e Joel Moriano visitaram o Hospital Dr. José Maria Grande, em Portalegre, e estiveram reunidos com a Administração da Unidade Local de Saúde do Norte Alentejano.




 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: