Avante! Avante!

Para construir a alternativa

Cresce a luta popular

A derrota histórica dos partidos do Governo nas eleições para o Parlamento Europeu, a redução da expressão eleitoral dos partidos que subscreveram o pacto de agressão (PS, PSD e CDS) e o reforço da CDU em votos, percentagem e deputados projectam-se na vida nacional com o incremento da luta pela demissão do Governo, a realização de eleições antecipadas e a construção de uma alternativa patriótica e de esquerda. O PCP deu expressão ao inequívoco repúdio popular pela política das troikas apresentando uma moção de censura ao Governo e múltiplas acções de rua, e promete que a luta não vai parar.