Exposição mostra passado<br>presente e futuro de Abril

Cerca de uma centena de pessoas participou na inauguração da exposição «Os Valores de Abril no Futuro de Portugal», promovida pelos deputados do PCP ao Parlamento Europeu no âmbito das comemorações do 40.º aniversário da Revolução. A mostra, patente a Bruxelas, aborda os 48 anos de fascismo e a resistência à ditadura em Portugal, a Revolução dos Cravos, as suas conquistas e realizações, projecta a centralidade dos valores de Abril no futuro de Portugal e afirma a necessidade de derrotar o pacto de agressão e concretizar uma política patriótica e de esquerda para construir um País de progresso e justiça social, desenvolvido e soberano.

Na inauguração, o deputado comunista João Ferreira sublinhou que a «austeridade» imposta pela troika representa a antítese dos valores da revolução, significando, ainda, um retrocesso democrático, económico e social.

O cabeça de lista da CDU às eleições para o PE, agendadas para 25 de Maio deste ano, frisou, igualmente, que a derrota destas políticas é um imperativo que a experiência histórica mostra estar ao alcance dos trabalhadores e do povo.




 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: