Breves
Direita à frente no Chipre

O candidato da direita, Nicos Anastasiades, venceu a primeira volta das presidenciais realizadas, domingo, 17, no Chipre, com 45 por cento dos votos. Na segunda volta, que terá lugar no próximo domingo, defrontará Stavros Malas, o candidato independente apoiado pelos comunistas, que recolheu 27 por cento dos votos.


Britânicos votariam não à UE

Uma sondagem do jornal Financial Times, publicada no início da semana, concluiu que apenas um em cada três britânicos votaria a favor da permanência do país na União Europeia.

O estudo mostra que cerca de 50 por cento dos inquiridos votaria pela saída enquanto 33 por cento votariam pela permanência. Os restantes 17 por cento estão indecisos.


BBC despede jornalistas

Os jornalistas da BBC cumpriram na segunda-feira, 18, uma greve de 24 horas em protesto contra o despedimento de 30 jornalistas. A paralisação foi convocada pela União Nacional de Jornalistas «em defesa dos empregos e de um jornalismo de qualidade no grupo».

De acordo com o sindicato, a cadeia pública britânica já extinguiu sete mil postos de trabalho desde 2004 e está prevista a redução de mais dois mil até 2017. O sindicato exige uma moratória de seis meses para os despedimentos.


Professores alemães paralisam

O pessoal docente das escolas públicas de Berlim iniciou, na segunda-feira, 18, uma greve por melhores salários. A paralisação afectou mais de 100 escolas e jardins-de-infância da capital alemã.

A jornada foi convocada pelo Sindicato de Educação e Ciência e pela Confederação de Formação e Educação no âmbito de uma campanha coordenada pelo sindicato Verdi nos 18 estados alemães, que prevê greves selectivas e limitadas nos vários sectores dos serviços públicos.

O Verdi exige aumentos salariais de 6,5 por cento, a manutenção dos dias de férias e um acordo salarial único para os professores dos diferentes estados.